Quando a época mais esperada da criançada chega, surge também um desafio para os pais: o que fazer com as crianças durante as férias escolares? O ideal, que é tirar férias juntos, nem sempre é possível. Mas não é por isso que este período não possa ser compartilhado com muita alegria e diversão.

Certamente, as crianças estando mais tempo em casa exigem um esforço maior dos pais para lidar com tanta energia concentrada. Porém, isto não deve ser visto como preocupação, e sim, como oportunidade.

Sem a rotina diária frenética de escola, as atividades e os esportes, este período de folga pode promover bons momentos de aproximação e trocas entre pais e filhos.

Seja em casa, apartamento, praia ou em viagem pelo interior, a criatividade é o melhor aliado para conduzir a programação das férias. Transformar as tarefas diárias em momentos de diversão e aproveitar o tempo para atividades ao ar livre, são algumas das melhores opções.

Olhe ao seu redor, veja o que tem à disposição em relação a tempo e material, para tornar estas férias as mais divertidas de todas. Brincadeiras saudáveis, além de entreter a criançada, aproximam a família, fortalecem os laços e são ótimas para o desenvolvimento intelectual de forma criativa e divertida.

Planeje os dias das férias escolares

O primeiro passo para as melhores férias de todos os tempos é o planejamento. Não é porque se está em recesso escolar que a prática da rotina deve ser esquecida. Pelo contrário! Ela é tão importante neste período quanto ao longo de todo o ano. Até mesmo para que o lazer seja bem aproveitado.

Afinal, se a programação das brincadeiras não for organizada com antecedência, é bem provável que elas não aconteçam como esperado. Principalmente quando os pais estão trabalhando. Uma esquematização do tempo é essencial para conciliar os períodos de folga do trabalho com os passeios com a criançada.

Além disso, a organização é uma forma de mostrar ao filho/a que a rotina não é apenas uma obrigação escolar, mas tem seus benefícios até quando utilizadas no lazer. Um tempo planejado é um tempo mais bem aproveitado.

Desse modo, sente junto com as crianças e elabore um planejamento dos dias e semanas que estarão longe da escola. Inclua tarefas a serem cumpridas e organize as atividades, brincadeiras e passeios que realizarão em cada dia.

Nessa organização, dê prioridade às atividades que possam ser executadas juntos e escolha também momentos ao ar livre. Não se esqueça de deixá-las à vontade para sugerir e participar diretamente do planejamento. Com certeza, elas valorizarão mais ainda a rotina por fazerem parte da construção.

Dicas de brincadeiras para as férias

Agora que todos os pontos estão nos “is” e o calendário está em mãos para o planejamento, vamos às sugestões de brincadeiras.

Brincadeiras Antigas

“Ah, que saudade da minha infância”. É comum ouvir frases como essa de adultos ocupados em relação às práticas dos filhos imersos nos jogos digitais. Então, neste período com maior tempo na companhia de seus filhos, que tal dividir com eles um pouco de suas brincadeiras de infância?

Uma grande vantagem é que não precisa de muitos materiais para fazer acontecer a diversão. Jogos como amarelinha, passa-anel, telefone sem fio, vivo/morto, jogo de pião, pular corda… e tantas outras que, de tão esquecidas, correm o risco de entrar em extinção para as novas gerações.

Trazer à memória bons momentos da infância e transmiti-los aos filhos, com certeza será um momento de fortalecer vínculos e até mesmo relaxar nessa viagem pela fantasia e descarregar o estresse da vida adulta.

Cinema em casa

férias escolares
  • Facebook
  • Twitter
  • Email

O dia foi corrido e as crianças ainda estão bem ativas? Então, que tal promover uma super sessão de cinema em casa? Colchões e travesseiros na sala, pipoca e toda a família reunida. Esta fórmula tem sucesso garantido e pode ser repetida em diferentes dias.

Escolha filmes com temáticas que contribuam para o conhecimento das crianças e aproveite o momento para interagir com elas. Isto é, converse sobre a história e traga a narrativa também para a vida delas. Este programa pode promover bons momentos de intimidade, trocas de experiências, ensinamentos e muito afeto.

Tempo em família

Além de shoppings centers e parques, visitas aos familiares e amigos podem ser um bom passeio. Encontros como estes estimulam o desenvolvimento das relações interpessoais das crianças, à medida que elas terão oportunidade de criar vínculos e fortalecer amizades. Uma vez que são pessoas com quem não possuem um convívio diário. Ao mesmo tempo, as conversas e contações das histórias da vida renderão bons momentos e emoções.

Cozinha também é lugar de brincadeira

Para as crianças, o universo da cozinha é fascinante. Elas amam colocar a “mão na massa” e ver o produto do seu preparo pronto para o consumo. Sabendo disto, chame seu filho para preparar uma receita com você, ou até peça a ajuda dele para montar a mesa.

Cozinhar junto é uma verdadeira terapia. É uma atividade em que a criança precisa dar ouvidos às instruções e também praticar o limite da liberdade em um pequeno espaço, e rende muitas cenas engraçadas. Ah! Tudo isto com muita atenção aos cuidados necessários para a segurança da criança no uso dos utensílios.

Piquenique

Com o banquete pronto, celebre as novas experiências e vivências da família com um incrível piquenique. Pode ser dentro de casa, na varanda, no quintal. Melhor ainda se for ao ar livre em contato com a natureza. O importante é que seja um momento leve, descontraído, cheio de delícias e com boas risadas.

Ocasiões como estas ficam guardadas nas mentes das crianças. Não apenas como boas lembranças. Mas são uma base importante para o desenvolvimento intelectual, e, principalmente, emocional.

Já deu vontade de curtir muito estas férias escolares? Então não perca tempo! Faça sua programação, crie novas brincadeiras e também compartilhe este texto nas redes sociais para que mais famílias sejam estimuladas a promoverem as melhores férias de suas vidas.