Uma das imagens que mais transmite diversão e companheirismo é a de crianças e animais de estimação juntos. Com toda a certeza, os animaizinhos são companheiros marcantes na infância e proporcionam belos momentos para quem convive com eles.

É bem comum os pais ouvirem pedidos dos filhos, como: “vamos criar um cachorro?”, “podemos ter um gato?”, ou até a sugestão de outros animais mais exóticos, como pássaros, coelho, peixe e até um “furão” – vai da criatividade da criança.

Mas muitos pais se preocupam com a administração do animal em casa e os cuidados que demandam. E isso é algo bem importante de se considerar na equação, afinal, é mais uma vida com a qual se responsabilizar – e esse compromisso não será só enquanto o animal é filhotinho ou novidade. Porém, também é super relevante olhar os benefícios de ter um pet amigo da criança.

Se você está na dúvida em atender ou não o pedido do filho pelo animal de estimação, vamos listar aqui alguns dos benefícios para as crianças que têm um bichinho em casa.

Como um animal auxilia no desenvolvimento da criança?

A presença de um animal de estimação em casa pode auxiliar no desenvolvimento de diversas habilidades da criança, com aprendizados para toda a vida. Pois os pets auxiliam tanto nos aspectos educativos como também nos emocionais.

A Sociedade Brasileira de Pediatria valida que o convívio com um animal de estimação colabora para o progresso das crianças. Segundo a instituição, na relação entre animal e criança, o cérebro recebe estímulos capazes de influenciar na produção de conexões neurológicas e os movimentos corporais também são aprimorados.No aspecto emocional, valores como amor, paciência e respeito são exercitados naturalmente.

Além disso, criar um animal colabora para o fortalecimento das defesas imunológicas, previne alergias, incentiva o respeito às diversidades, aumenta o desenvolvimento cognitivo, social e motor.

Benefícios de ter um animal de estimação para crianças

São diversas as vantagens decorrentes da relação entre os pets e as crianças. Entre todas elas, podemos enumerar algumas principais que são:

Estímulo à capacidade afetiva

Uma das grandes vantagens de ter um animal de estimação é saber que independentemente do seu dia ou humor, você sempre terá ao seu lado um companheiro que demonstra amor incondicionalmente.

Para a criança isto é uma grande lição. Receber carinho constantemente o estimula a promover esta troca de afetividade. Quanto mais se recebe, mais se dá, e vice-versa.

Diminuição do estresse

Crianças que têm um animal em casa têm menos chances de se prenderem às telas. Afinal, há outro ser com total disposição para brincadeiras. E, dependendo da personalidade, o bichinho vai importunar até conseguir a atenção desejada. Assim, sobra pouco espaço para ansiedade, tédio, ou até mesmo tristeza.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Almog Griner (@almogriner)

Cães, gatos e demais animais podem auxiliar na diminuição do estresse da criança, o que é bastante importante, especialmente agora, que ainda estamos precisando de muitos cuidados em relação à pandemia e isolamento social.  Um estudo do Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC) comprova que ter um animal em casa pode diminuir o risco de ansiedade infantil.

Exercício da empatia

A comunicação não verbal e a empatia são dois pontos importantes estimulados nesta relação entre crianças e animais. Afinal, é preciso estar atento aos sinais que o animal dá e desejar ajudá-lo para corresponder às solicitações.

Além disso, espontaneamente, as crianças são levadas a aprender sobre autocontrole, pois não podem pegar ou mexer no animalzinho de qualquer jeito para não machucá-lo ou irritá-lo. A afetividade sem limites, típica dos animais de estimação, também é um dos pontos positivos para o desenvolvimento das crianças.

Promove a desenvoltura social

A socialização também é um ponto importante, haja visto o estabelecimento de um relacionamento constante. Este aspecto pode trazer mais segurança para a criança nos seus demais relacionamentos. Ainda ajuda a constituir adultos com mais responsabilidade e aptos aos desafios da vida.

Desenvolvimento do senso de responsabilidade

A criação de um animal de estimação em casa é uma oportunidade de promover uma noção de responsabilidade na criança. Isto pode ser desencadeado a partir de combinados sobre os cuidados como alimentação, limpeza, passeios, e atividades para o bem-estar do animal em geral.

Sempre lembrando que a responsabilidade pela vida, cuidados e bem-estar do animal é oficialmente do adulto, mas há bastante espaço e vantagem em incluir a criança na dinâmica.

Incentivo à prática de atividades físicas

A energia e espontaneidade para brincadeiras é bem semelhante entre animais e crianças. Isto colabora para que juntos executem atividades com frequência. O resultado disto é o aperfeiçoamento das habilidades motoras das crianças enquanto se exercitam fisicamente. E ainda se divertem juntos.

Lições sobre a vida

Lidar com um animal de estimação em casa também é aprender na prática algumas lições sobre a vida, que envolvem nascimento, reprodução, acidentes, doenças, morte, entre outros. O trato destas questões com o animal e a forma como os adultos passam estas lições para as crianças, pode fortalecê-las emocionalmente para lidar com tais demandas futuramente.

O que levar em conta na hora de escolher?

Adultos e crianças devem levar a sério o momento de escolher um animal para criar. Afinal, não é um objeto que pode ser descartado, e sim, uma vida que exige dedicação e cuidado por muitos anos.

No momento da escolha, os pais devem explicar aos filhos a responsabilidade desta decisão e o compromisso que existirá a partir deste momento.

Como orientação, os pais podem avaliar as condições estruturais da casa ou apartamento, a personalidade dos filhos e a disponibilidade de tempo e financeira do adulto para a decisão.

Não são apenas cães e gatos que podem ser criados com as crianças, peixes e roedores (como os hamsters) são outras escolhas possíveis.

Considere sempre a opção de adotar um animal ao invés de comprar. Há ONGs especializadas com uma diversidade de espécies de animais, em várias idades e tamanhos, bem cuidados, desejando apenas uma família para dar amor.

Além das atividades com animais de estimação, você deseja saber mais sobre práticas educativas que podem ser desenvolvidas com os filhos em casa? Confira este texto em nosso blog que trata sobre atividades de recreação para crianças. Boa leitura!